jusbrasil.com.br
3 de Julho de 2022

Por que a produção de conteúdo jurídico é importante para o meu nome como profissional?

Suely Leite Viana Van Dal, Advogado
há 3 anos

Recebo diariamente mensagens sobre como escrever textos aqui para o jusbrasil, ou como produzir conteúdo jurídico. Recebo perguntas sobre quais as vantagens que tenho ao publicar um artigo ou texto e algumas perguntas até se recebo valores para publicar. E sempre respondo que a produção de conteúdo é transformadora.

Pois bem, mas qual a vantagem de produzir conteúdo jurídico para sites ou blogs? Sei que fica a dúvida para muitos: “Não estou ‘entregando o peixe’ para meu cliente, se escrevo para meu cliente”, ou, “se não estou fortalecendo a concorrência quando um colega advogado lê um artigo meu?” Estas são algumas das perguntas que recebo sempre e que me faz pensar. E pensar de forma diferente, claro!

Pense comigo, quando você vai contratar um profissional, qual a primeira coisa que faz? Pesquisa no Google o seu nome e como ele é conhecido no meio em que atua. Acertei?

Não acertei porque sou vidente, tenho bola de cristal ou coisa parecida, não! Acertei porque hoje, todo mundo faz isso.

E não é diferente com a advocacia e com outras áreas do direito. Hoje quando um cliente vai até seu escritório ele já te conhece, pois já pesquisou tudo sobre você na internet.

Tem um caso bem interessante que aconteceu comigo. No ano passado fui até o cliente para um contrato na área em que atuo. Correu tudo bem e fui contratada para atuar. Depois de alguns dias trabalhando, em conversa com uma pessoa que trabalhou por décadas com aquele cliente, eu perguntei por qual motivo haviam me contratado, se havia tantos profissionais mais “experientes” no mercado, e a pessoa me respondeu: “Dra., eles vasculharam sua vida na internet e gostaram muito da forma que se posiciona. E era o que estavam buscando”.

Dias depois uma das pessoas da equipe estava pesquisando sobre um assunto e encontrou um artigo meu publicado, foi na sala em que eu estava para confirmar pela foto se eu mesma que havia escrito o texto. E achou muito legal que eu escrevi sobre aquele assunto. Foi essa matéria que ele encontrou.

Aí você pensa, mas eu não produzo conteúdo jurídico, eu só posto foto na balada, com lata de cerveja na mão ou viajando o tempo todo. Será que isso é bom ou ruim?

Não digo que seja ruim, mas eu, ao buscar por um médico na internet, por exemplo, entre um que só posta foto com bebidas e noitadas e outro que escreve textos sobre sua área de atuação, certamente iria escolher com o que fala sobre seu trabalho. Não que o outro seja incompetente, mas quando ele mostra com produção de conteúdo que sabe sobre o assunto, ele está demonstrando que domina aquela área. Logo, não vou procurar outro que não sei se entende da matéria.

Com a advocacia não é diferente. Produção de conteúdo em sites, em blogs ou redes sociais é gerar valor para o seu cliente. Mostrar para o seu possível cliente que você possui autoridade sobre determinada área e que domina aquele assunto. Logo, se você expõe seus conhecimentos, você gera valor e gerando valor ao seu trabalho, você pode agregar custo ao seu trabalho.

Ah, mas eu tenho vergonha de escrever...

Sério? Você vai escrever sobre sua área de atuação, sobre o que trabalha no dia a dia. Não precisa ser textos mega elaborados, cheio de juridiquês, aliás, isso afasta o seu possível cliente, então cuidado para quem escreve.

Preste atenção na forma que escreve e para quem escreve. Se a intenção é escrever para a comunidade jurídica, os seus textos devem ser fundamentados com leis, jurisprudência, doutrinas. Mas se essa não for sua intenção, eles devem ser escritos de forma que as pessoas que não possuem conhecimento jurídico entendam.

A aí, ficou animado para escrever? Comece! E se precisar de qualquer coisa, conte comigo.

Espero ter contribuído. Caso tenha algo a acrescentar, deixe nos comentários.

Se gostou do artigo, clique em "recomendar" e compartilhe.

Siga a página para que veja todas as publicações.

Também estou no Instagram (@dra_suelyleiteviana), lá a interação é maior.

*Imagem: Google e print do site da OAB/RO

Informações relacionadas

Coelho Advogados, Advogado
Artigoshá 4 anos

Creche municipal sem vagas, o que fazer?

Tribunal de Justiça de Santa Catarina TJ-SC - Apelação Cível em Mandado de Segurança: MS 20130327614 SC 2013.032761-4 (Acórdão)

Jusbrasil, Advogado
Artigoshá 8 anos

Enviar artigos, notícias ou modelos: como publicar no Jusbrasil?

Comunidade Jusbrasil
Artigoshá 3 anos

Guia completo para publicar seu texto no Jusbrasil

Jusbrasil, Advogado
Artigoshá 7 anos

15 perguntas para se fazer antes de publicar no Jusbrasil

41 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Dra. Suely boa noite. Parabéns pelo texto muito elucidativo. Parabéns também quando diz "e se precisar de qualquer coisa, conte comigo". Nesse mercado competitivo onde muita gente quer te ver pelas costas, legal ouvir isso de uma jovem colega de profissão. Muito sucesso!! continuar lendo

Muito obrigada pelo comentário Israel. E conte comigo mesmo, pois penso que sempre podemos ajudar alguém com o nosso conhecimento, independente do tamanho dele. Como já precisei da ajuda de muitas pessoas, também gosto muito de contribuir com o pouco que sei.
Grande abraço e muito sucesso. continuar lendo

Estou iniciando minha trajetória na advocacia e já estou ciente da importância de produzir bom conteúdo para atrair futuros clientes! Sempre bom ler textos como o seu! Parabéns.
Abraço! continuar lendo

Muito obrigada Felipe. Te desejo todo o sucesso do mundo.
Admiro quem pensa como você e quer fazer diferente.
Conte comigo para o que precisar.
Abraço! continuar lendo

Show demais, Suely! Eu comecei a estudar sobre conteúdo, redes sociais, marketing, etc, focada em ajudar autores aqui na comunidade.
Entretanto, mesmo sem querer, pois nem advogo (ainda sou estudante de direito), já recebi até proposta de parceria com instituição de ensino, isso para não citar as propostas de "freelancer" de conteúdo jurídico, pedidos de ajuda de outros estudantes, dúvidas jurídicas das pessoas, propostas para escrever em outros blogs, parceria com advogados e por aí vai. continuar lendo

Obrigada Natália, isso nos ajuda em todos os sentidos. Escrever nos faz crescer.
Obrigada pelo suporte de sempre. Grande abraço! continuar lendo

oi! onde vc começou a estudar marketing de redes sociais, algum curso especifico pra indicar? continuar lendo

Excelente artigo ! Parabéns ! continuar lendo

Muito obrigada.
Abraço continuar lendo