Comentários

(511)
Suely Leite Viana Van Dal, Advogado
Suely Leite Viana Van Dal
Comentário · há 23 horas
Perfeitas colocações, dr.!
Eu acredito que a correspondência está falida há muito tempo.
Sou advogada há quase 4 anos e lá no início fiz algumas correspondências. Sabe aqueles momentos que o advogado te liga em cima da hora para fazer o ato e você cobra o valor justo (da tabela da OAB) e ele não tem mais a quem recorrer e paga? Pois é, fiz algumas assim. Porém, sempre que me ligavam perguntando se fazia e eu respondia que seguia a tabela da OAB, "iam falar com o cliente" e nunca mais retornou.
Sei que como eu, poucos fazem. Uma grande maioria cobra valores que não pagam a gasolina e não crescem na advocacia porque ficam fazendo correspondência o dia inteiro por um valor rídiculo. E vira a corrida dos ratos, como dizia o livro Pai Rico Pai Pobre (por sinal, se encaixa demais aqui nessa reflexão).
Já fui manicure por muitos anos, e sempre falo isso quando me falam que cobram 50,00 para fazer audiência. Eu cobrava (há uns 8 anos) 25,00 para fazer uma unha. Sem instrução nenhuma. Não gastei quase nada para aprender a ser manicure. Meus custos eram baixíssimos, pois ia de moto na casa do cliente e podia vestir qualquer roupa. Ou seja, eu tinha um custo pequeno para ganhar um valor bom ao fim do mês (se for analizar o que eu precisava para ser manicure). Mas aí a pessoa paga mais de 100 mil em um curso de direito. Gasta com roupa, sapato, maquiagem, despesa de escritório, com a manutenção do carro, gasolina... e por aí vai.
O advogado tem que se valorizar! Se todos cobrassem o valor justo, os grandes teriam que pagar, pois antes da pandemia não havia a tecnologia, precisava do advogado presencialmente.

Mas aí podem vir me dizer, "ah mas eu comecei do zero e sem a ajuda de ninguém". Eu também meus amigos!!!
Eu comecei do zero! Eu não tive a ajuda de ninguém! Eu fui em busca de fazer meu nome para ser conhecida como uma excelente profissional, e não como a barateira. (ah, e eu fui manicure até o 9º período do curso de direito, véspera da minha prova de segunda fase da OAB).
Então, SE VALORIZE!

Eitaaa, me empolguei!
Mas quando vejo colegas capacitadíssimos na advocacia e fazendo diligência por preços irrisórios, eu fico triste por ele não acreditar na sua capacidade de ir longe.

Parabéns pelo texto, Dr.!
Grande abraço e sucesso!
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres
Fale agora com Suely
(69) 98126-...
Ver telefone
Rua Martins Costa, n. 89, sala 4, Bairro Jotão, - Ji-Paraná (RO) - 76908301

Suely Leite Viana Van Dal

Rua Martins Costa, n. 89, sala 4, Bairro Jotão, - Ji-Paraná (RO) - 76908-301

Entrar em contato